EPI-USE

A modernização nos processos do agronegócio

[A modernização nos processos do agronegócio]

#RH #AGRO

O setor do Agronegócio tem protagonizado uma série de mudanças nas últimas décadas com a inclusão de maquinários que utilizam tecnologia de ponta, novas formas de cultivos e inclusão de outras áreas agregando valor ao setor.

Não existe mais o conceito de que não é necessária capacitação e atualização constante para os profissionais do agronegócio. AGRO se tornou um negócio baseado na modernização e pesquisa, onde as atividades desde a criação de gado até o cultivo da soja tomaram outra forma, sendo imprescindível a especialização para lidar com a terra, cultivo e os animais em geral.

A tecnologia se tornou parte fundamental na área, com soluções cada vez mais eficientes, seja para reduzir a quantidade de poluentes na atmosfera, ou até mesmo para o cruzamento entre espécies procurando a qualidade e excelência em cada experimento, transformando de forma positiva o que vai na mesa do consumidor final ou no tanque do carro.

O Brasil como referência na modernização dos processos

A gestão das cadeias produtivas e consequentemente, a integração entre os setores e desenvolvimento de pessoal é parte importante e integrante na modernização do agronegócio. Quanto mais se investe na capacitação dos profissionais e no planejamento de estratégias de desenvolvimento das equipes, maior é o nível de produção em qualquer um dos segmentos agro.

Um exemplo dessa nova configuração é a inclusão de tecnologia em funções que até então eram rústicas e provenientes de mão de obra sem qualificação, como na gestão de porteiras, alimentação e abate de gado.

Outro setor que se destaca é a agricultura de precisão, no caso dos estudos de solo e fertilidade, planejamento de mapas de colheita, por meio de registros e monitoramento que são realizados com a inclusão da tecnologia e modernização desses processos, pois antes essas mesmas ações eram realizadas de forma intuitiva e de conhecimento de geração em geração, por exemplo.

É importante salientar que o conhecimento e sabedoria das gerações anteriores não devem ser menosprezadas, e sim, incluídas e revisitadas com os novos protocolos e conhecimentos advindos da ciência e inclusão de maquinários e outros processos atuais.

A necessidade da mão de obra qualificada nos novos processos

As empresas e corporações de agronegócios devem investir na mão de obra qualificada para conduzir os setores dentro de suas produções. E isso se estende também na oferta de treinamentos e desenvolvimentos de profissionais internamente, e não necessariamente encontrar profissionais já desenvolvidos para compor seus times.

Ao envolver os colaboradores e oferecer formas de adquirir novos conhecimentos sobre as funções que já exercem impacta positivamente nos gastos da empresa e principalmente, no comprometimento dos profissionais com suas funções, aumentando também a produtividade e até mesmo chegando a resultados muito acima do esperado.

Gostou? Esse é o primeiro artigo da série: A modernização do universo AGRO,  no decorrer dos próximos dias iremos apresentar as maiores tendências para a gestão do capital humano, auxiliando e mostrando as melhores práticas para o setor de RH da indústria do Agronegócio. Deixe aqui sua opinião, compartilhe esse post e caso tenha alguma sugestão coloque aqui abaixo nos comentários!

 

Fonte foto (todos os direitos reservados)

 

Veja também:

Olá, deixe seu comentário para A modernização nos processos do agronegócio

Enviando Comentário Fechar :/