EPI-USE

Transformar trabalho em jogo ajuda a reter talentos

[Transformar trabalho em jogo ajuda a reter talentos]

Mobile Learning #RH

Com geração Y cada vez mais presente dentro do mercado de trabalho, atrair e reter colaboradores dentro das equipes está se tornando cada vez mais difícil, uma vez que esses jovens não vislumbram carreiras extensas com extrema estabilidade e lucros pessoais, mas sim integração de seus propósitos de vida com as funções que exercem, aumentando assim a sensação de pertencimento.

Visto isso, encontrar maneiras de desenvolver e reter esse profissional nas equipes mostrando a sua importância é a chave para que este indivíduo sinta-se valorizado. Assim, este colaborador sente-se conectado ao que faz e representa, aumentando seu comprometimento, produtividade e em consequência, diminuindo os números de turnover (rotatividade de funcionários).

Logo, reunir duas propostas de integração e desenvolvimento de talentos é a mais recente aposta com grandes resultados positivos: a gamificação com o uso do mobile learning.

O uso do Mobile learning em jogos corporativos

Estimular a competitividade saudável, promover feedback instantâneo e oferecer recompensas. Esses são os três pilares que norteiam as técnicas de gamification, ou em português gamificação, que tem como propósito propor atividades aos colaboradores em jogos para instigar os talentos dentro das corporações.

Em conjunto a essa iniciativa, utilizar um ambiente virtual que pode ser acessado em qualquer hora, lugar e em dispositivos móveis, como sugere o Mobile learning, proporciona as características ideais para acessar e utilizar esses jogos que propõem a interação dos colaboradores ao direcionar tarefas relativas às suas funções.

Um dos objetivos dos games estudados e planejados para integrar e reter os profissionais é instigar a competitividade entre os colegas por meio de rankings e pontuações e para assim, este indivíduo angariar o resultado maior que seria a premiação ou recompensa.

Manter o interesse resulta em retenção de talento

A interface personalizada no Mobile learning é desenvolvida por empresas especializadas e tem como base as mecânicas de jogos de lazer e entretenimento. No caso de games para retenção de talentos, estes devem possuir longa duração e integrar dinâmicas que objetivam o aumento de produtividade ou alcance de metas, para que o interesse não se perca no caminho.

Uma característica importante e que chama a atenção do profissional que irá desfrutar esse tipo de ferramenta, além da facilidade de acesso no momento que for mais oportuno, é a possibilidade do feedback quase instantâneo de suas ações, afinal, seu desempenho é medido a cada etapa do jogo, o que lhe traz informações quanto a sua performance, aumentando ainda mais o engajamento.

O desafio proporciona satisfação aos jogadores que se veem ativos e valorizados enquanto desempenham suas atividades, realizando todas as tarefas enquanto absorvem conhecimento que irá impactar diretamente em suas habilidades.

Para as corporações, investir em seus colaboradores já integrados em suas equipes é muito mais vantajoso não só economicamente, visto que esses indivíduos terão a possibilidade de serem desenvolvidos com as propriedades ideais para o quadro da empresa.

Veja também:

Olá, deixe seu comentário para Transformar trabalho em jogo ajuda a reter talentos

Enviando Comentário Fechar :/